PALESTRANTES CONVIDADOS

Roel Wieringa

Roel Wieringa
University of Twente,
The Netherlands

Roel Wieringa ocupa a cátedra de Sistemas de Informação no Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Twente, Holanda. Seus interesses de pesquisa incluem engenharia de requisitos, modelagem conceitual e metodologia de pesquisa para sistemas de informação, engenharia de software e ciências do design. Ele escreveu três livros: Requirements Engineering: Frameworks for Understanding (Wiley, 1996), Design Methods for Reactive Systems: Yourdon, Statemate and the UML (Morgan Kaufmann, 2003) e Design Science Methodology for Information Systems and Software Engineering  (Springer, 2014). Para mais informações,acesse aqui <http://wwwhome.ewi.utwente.nl/~roelw/>.

Minicurso (4 horas): Design Science Methodology

Nos últimos quinze anos, observou-se um grande interesse pela pesquisa em design science em sistemas de informação e áreas afins. Nesta palestra eu apresento uma estrutura para design science em engenharia de sistemas de informação e modelagem conceitual que mostra como, na pesquisa em design science, atuamos na concepção de novos artefatos, e investigando empiricamente esses artefatos. Esses artefatos podem ser físicos, conceituais ou sociais. A lógica de ambas as atividades, design e pesquisa empírica, é a da tomada de decisão racional. Eu mostro como essa lógica pode ser usada para estruturar nossas perguntas de pesquisa, bem como estruturar relatórios sobre nossa pesquisa. O que se busca com design science é desenvolver e atualizar teorias sobre a interação entre artefatos e seu contexto de uso. Vou enfatizar neste minicurso o papel dos frameworks conceituais em teorias para a descrição, análise e generalização de fenômenos. Vou usar exemplos de sistemas de informação e da ciência da computação, bem como de outras disciplinas de engenharia.

Dagobert Soergel

Dagobert Soergel
University at Buffalo,
USA

Dagobert Soergel é Professor do Departamento de Estudos de Biblioteconomia e Informação, Escola de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Buffalo desde 2009, e foi Professor da Faculdade de Estudos de Informação, Universidade de Maryland entre 1970 e 2010. Desde dezembro de 2014 é consultor do World Bank Information Technology Services, com foco no desenvolvimento de uma ontologia corporativa, pesquisa corporativa e análise textual. Há mais de 50 anos ele tem trabalhado em aspectos práticos e teóricos na área de classificação (taxonomia, ontologias) e tesauros. Ele é o autor do clássico texto Indexing Languages and Thesauri. Construction and Maintenance (Wiley, 1974) e de Organizing Information (Academic Press 1985) [American Society of Information Science Best Book Award], e mais de 100 artigos e apresentações nas áreas de recuperação de informação em geral, classificação / ontologias (incluindo o seu desenvolvimento e mudança ao longo do tempo), bibliotecas digitais, sensemaking e relevância. Ele foi o principal arquiteto do Alcohol and Other Drug Thesaurus  e do Harvard Business Thesaurus. Em 1997 recebeu o mais importante prêmio da American Society for Information Science, o Award of Merit, e em 2009 o Contributions to Information Science (CISTA) Award do Capítulo de Los Angeles da American Society of Information Science and Technology – ASIST.

Minicurso (4 horas): Ontology-driven enterprise data harmonization

O curso oferece aos participantes uma compreensão mais profunda da natureza de uma ontologia empresarial e como ela representa um modelo integrado de dados de uma organização. Os participantes aprenderão os princípios e os processos de construção dessa ontologia. Eles então aprenderão como expressar definições de dados de diferentes bancos de dados em termos da ontologia e, assim, construir um índice central de dados na empresa, descobrindo duplicações de dados e como eles podem ser combinados em novas formas para poderosas análises. As definições de dados podem ser campos em uma estrutura de registro, colunas em uma tabela SQL, marcas em um banco de dados XML ou propriedades em um conjunto de dados ligados. Os participantes aprenderão a reconhecer as semelhanças em definições de dados aparentemente diferentes e a capturar essas semelhanças em um nível mais abstrato da ontologia. Exemplos e exercícios práticos do Banco Mundial e da EMBRAPA serão apresentados.

 Giancarlo Guizzardi

Giancarlo Guizzardi
Free University of
Bolzano-Bozen, Itália

Giancarlo Guizzardi obteve seu PhD (com a mais alta distinção) na Universidade de Twente, Holanda. Atualmente, ele é Professor de Ciência da Computação na Free University of Bolzano-Bozen, Itália, e um dos co-fundadores e membro sênior do Núcleo de Estudos em Modelagem Conceitual e Ontologias (NEMO), da Universidade Federal do Espirito Santo. É também Pesquisador Associado do Laboratorio di Ontologia Applicata (LOA), do Istituto di Scienze e Tecnologie della Cognizione (ISTC), do Consiglio Nazionale delle Ricerche (CNR),  na Itália, e Professor Visitante do Dipartimento di Ingegneria e Scienza dell’Informazione (DISI), da Universidade de Trento, Itália. Vem atuando ativamente há duas décadas em Ontologias, Modelagem Conceitual e Semântica Organizacional, áreas nas quais é autor de mais de 200 publicações avaliadas por pares (sendo que 10 delas premiadas). Teve papel de destaque em conferências internationais como general chair (e.g., FOIS), program chair (e.g., ER, FOIS, IEEE EDOC), program board member (e.g., CAISE, ER) and keynote speaker (e.g., in circa 16 international events, including ER, BPM, IC3K), as well as in international journals such as associate editor (Applied Ontology) and member of editorial boards (e.g., Requirements Engineering Journal, Semantic Web Journal). Furthermore, for more than a decade, he has been involved in technology transfer projects in sectors such as Telecommunications, Software Engineering, Digital Advertisement, Product Recommendation, Digital Journalism, Complex Media Management, Government and Petroleum & Gas. Finally, he has been a member of the executive council and is currently a member of the Advisory Board of the International Association for Ontology and its Applications (IAOA).

Palestra: Relação, Serviço e Valor do ponto de vista de OTheR

Relação é um dos conceitos mais fundamentais da Modelagem Conceitual, da Representação do Conhecimento e da Engenharia de Ontologias. No entanto, apesar de sua aparente simplicidade, este conceito é muito mal compreendido tanto do ponto de vista teórico como prático. Do ponto de vista teórico, há uma confusão significativa quanto às interpretações ontológicas (semântica do mundo real) de noções como “relação” e “relacionamento”; do ponto de vista prático, existem limitações bem conhecidas relacionadas com o tratamento atual dessas noções nas linguagens de modelagem convencionais existentes. Além disso, há um grande conjunto de evidências empíricas que mostram anti-padrões recorrentes em sua modelagem. Nessa palestra, discorro sobre uma nova Teoria Ontológica das Relações (OTheR), mostrando como ela pode ser empregada para abordar uma série de importantes problemas filosóficos, bem como servir de base para a derivação de fundamentos de modelagem adequada e ferramentas práticas para modelagem conceitual orientada a ontologias e para engenharia de ontologia. Em particular, a teoria, bem como as ferramentas práticas dela derivadas, serão empregadas aqui para abordar duas noções fundamentais, embora vagas, na semântica empresarial, a saber, as noções de Serviço e Valor.

Mara Abel

Mara Abel
(Instituto de Informática, UFRGS)

Mara Abel é geóloga e doutora em Ciência da Computação,  com tema na engenharia do conhecimento aplicada à  Geologia do Petróleo. Nas últimas décadas, sua pesquisa foi dedicada à engenharia e gestão de conhecimento para a  construção de ontologias aplicadas à Geologia do Petróleo e  ao desenvolvimento do empreendedorismo. Criou a empresa ENDEEPER, que comercializa sistemas baseados em conhecimento e concebeu várias aplicações bem-sucedidas para a caracterização de reservatórios e petróleo (descrição, interpretação, simulação geoquímica). Coordenou dezenas de projetos nacionais e  internacionais de engenharia e gestão de  conhecimento, como o Portal Cidadão do Governo de  Angola, patrocinado pelo do Banco Mundial e vários projetos de cooperação de pesquisa com a PETROBRAS. Atualmente, contribui com a modelagem conceitual de objetos geológicos para os padrões da Associação  ENERGISTICS para interoperabilidade de dados na  indústria mundial do petróleo.

Palestra:Aquisição de conhecimento para construção de ontologias de domínio.

Ontologias de domínio modelam o conhecimento consensual que uma comunidade de prática  compartilha e utiliza para realizar tarefas intensivas em conhecimento. A fonte deste conhecimento se constitui especialmente de documentos, dados legados e pessoas. A construção destas ontologias tem como desafio a identificação dos objetos preferenciais a serem modelados, a escolha da conceitualização entre aquelas dos diversos profissionais que compartilham o  conhecimento, e a forma de especificação que atenda os objetivos de aplicação da ontologia. Esta palestra apresenta as técnicas de aquisição e eliciação de conhecimento aplicáveis à construção de ontologias, com base na experiência de diversos casos na indústria de petróleo.

Wagner Lindberg Baccarin Arnaut

Wagner Lindberg Baccarin Arnaut
(IBM)

Mestre em Gestão do Conhecimento e Gestão de TI pela Universidade Católica de Brasília. Trabalha na IBM há 15 anos, sendo IBM Distinguished Engineer e Líder Técnico de Cloud & Cognitive. Possui larga experiência de implantação de soluções de Nuvem, Inteligência Artificial, Sistemas Cognitivos, DevOps e Engenharia de Software em grandes empresas do Brasil e da América Latina. Trabalha em projetos de mercado com inteligência artificial desde 2000.

Palestra: Estudos de Caso do uso de Ontologias no IBM Watson – De Cybersecurity ao Judiciário a Pesquisa Genômica

Durante esta palestra os participantes poderão entender como a tecnologia de computação cognitiva IBM Watson está sendo aplicada nos mais diversos ramos de conhecimento desde Cybersecurity, Assistentes Virtuais, Soluções de Perguntas e Respostas, Análise de Processos Jurídicos e Pesquisa Genômica. Além disso, esta enfatiza como Ontologias são utilizadas no Watson, desde a concepção do Watson no programa Jeopardy até as aplicações de mercado de hoje. Também serão apresentadas algumas das últimas pesquisas e patentes da IBM relacionadas a ontologias.